Dar escala a soluções como jardins de chuva, parques lineares, telhados verdes e restauração em topos e encostas de morros, priorizando áreas vulneráveis, é parte do caminho para tornar cidades brasileiras mais resilientes, equitativas e adaptadas às mudanças climáticas.

Receba os últimos comentários, eventos, publicações e recursos multimídia.

Receba nossa newsletter

Nosso site utiliza cookies e tecnologias para melhorar sua experiência. Ao navegar por nossos conteúdos, você estará de acordo com o uso das informações que são recolhidas de forma anônima e utilizadas para melhorar o funcionamento das páginas, evitar fraudes e ataques cibernéticos, mensurar a audiência do site e oferecer conteúdos por meio de anúncios personalizados. Para saber mais, conheça nossa

Política de Privacidade