Você está aqui

Tempos difíceis para o meio ambiente no Brasil

A grave crise política e ética pela qual passa o país, motivo que tem levado a contratempos para a conservação ambiental, motivou os pesquisadores Renato Crouzeilles, Mariana Ferreira e Bernardo Strassburg, do Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS), e Rafael Feltran-Barbieri, do WRI Brasil, a publicar correspondência na revista Nature Ecology & Evolution na última quarta-feira (9).

Além de destacar os contratempos ambientais dos últimos meses, a correspondência Hard times for the Brazilian environment (em inglês) mostra que decisões políticas internas estão na contramão de compromissos globais ratificados pelo país e ressalta que está em risco as chances do Brasil combater o desmatamento, motivo que já levou a Noruega a reduzir o financiamento para o Fundo Amazônia.

Um dos requisitos exigidos pela renomada publicação científica é que os autores de artigos, comentários e correspondências demonstrem os métodos usados nas análises. O grupo de pesquisadores relata na correspondência como usou a plataforma MapBiomas, o primeiro sistema de monitoramento que cobre todo o território brasileiro, para estimar a perda de vegetação nativa no Brasil entre 2006 e 2015.

Leia a correspondência completa divulgada pelo Instituto Internacional para Sustentabilidade (IIS).

, , , , NDC do Brasil
ShareThis Button: 

Share

Comentar

Fique Conectado

Receba nossa newsletter

Receba os últimos comentários, eventos, publicações e recursos multimídia.