Você está aqui

O Argumento Econômico para a Restauração de Paisagens na América Latina

A restauração de paisagens na América Latina é uma questão urgente - e também pode ser um atrativo negócio

As terras degradadas - que perderam em certa medida a produtividade natural devido à atividade humana - representam mais de 20% das florestas e das terras agrícolas na América Latina e no Caribe. Em torno de 300 milhões de hectares de florestas na região são considerados degradados, e ao redor de 350 milhões de hectares são atualmente classificados como desmatados. Os setores agrícola e florestal crescem e consequentemente exercem forte pressão sobre as áreas naturais. Com a expectativa de que a região terá um papel cada vez mais importante na segurança alimentar global, a tendência é que a pressão continue aumentando. Além disso, a degradação de terras é uma fonte importante de emissões de gases do efeito estufa (GHG) na região. A restauração de paisagens e florestas pode oferecer uma solução para esse problema.

Fique Conectado

Receba Nossa Newsletter

Receba os últimos comentários, eventos, publicações e recursos multimídia.