Você está aqui

WEBINAR: Como dar escala a ciclovias temporárias seguras na América Latina?

Representantes de cidades da América Latina compartilham experiências e aprendizados na aplicação de ciclovias temporárias como estímulo ao transporte sustentável em resposta à pandemia de Covid-19.

Data: 16/07

Horário: 14h às 15h30



Desde o início da pandemia de Covid-19, a mobilidade nas cidades vem sofrendo transformações profundas e a bicicleta emergiu como uma opção sustentável capaz de atender às exigências do distanciamento social. A oferta de transporte coletivo diminuiu para evitar aglomerações e muitos passageiros passaram a evitar esse modo, especialmente em horários de pico. Para conter a tendência de aumento do uso do automóvel e proporcionar um meio de transporte seguro para os profissionais de serviços essenciais e cidadãos, muitas cidades aceleraram o processo de execução de redes cicloviárias ao redor do mundo.

A implementação de ciclovias de caráter temporário em eixos importantes como vias arteriais e coletoras é uma sinalização da relevância da bicicleta para os deslocamentos diários. Na América Latina, cidades como Bogotá, Buenos Aires e Cidade do México implementaram projetos ambiciosos nesse sentido. No entanto, é preciso que essas intervenções sejam realizadas seguindo princípios que garantam a segurança não apenas dos ciclistas, mas de todas as pessoas. Se bem projetadas, as novas ciclovias podem ser substituídas, de maneira gradual e de acordo com o seu sucesso, por infraestruturas definitivas, tornando as cidades melhores para pedalar.

Nesse webinar foram apresentados alguns dos princípios de segurança viária identificados pelo WRI e por outras organizações que trabalham com o tema. Além disso, representantes de diferentes cidades da América Latina apresentaram os projetos e as soluções que estão implementando durante a pandemia.

Participantes

  • Carlota Pedersen-Madero, Assessora da Subsecretaria de Planejamento da Mobilidade da Cidade de Buenos Aires
  • Constanza Delón, Subdiretora de Infraestrutura para Ciclistas e Pedestres da Cidade do México
  • Laura Leticia Bahamón, Gerente de Bicicletas da Cidade de Bogotá
  • Eveline Trevisan, Coordenadora de Sustentabilidade e Meio Ambiente da Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans)
  • Liana Vallicelli, Diretora de Informações e Coordenadora de Estudos de Impacto da Pandemia do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC)
  • Bruno Rizzon, Analista Pleno de Mobilidade Ativa do WRI Brasil

Moderação

  • Bruno Batista, Analista de Mobilidade Ativa do WRI Brasil

Assista ao vídeo do webinar:

Share

Fique Conectado

Receba nossa newsletter

Receba os últimos comentários, eventos, publicações e recursos multimídia.