Você está aqui

WEBINARS: Os Desafios da Qualidade do Ar no Brasil

Série de 3 webinars do WRI Brasil incentiva debate público sobre importantes questões para a economia nacional e a saúde da população no contexto da retomada verde pós-pandemia. Indústria automotiva, queimadas e um bate-papo com Paulo Saldiva (patologista e pesquisador) fazem parte da programação.

Datas: 01/10 , 07/10 e 21/10

O WRI Brasil promove, em parceria com o Instituto Clima e Sociedade (ICS), a série Os Desafios da Qualidade do Ar no Brasil para fomentar o debate público em torno de um problema que afeta silenciosamente a população brasileira: a alta concentração de poluentes atmosféricos locais em meio à urgência do Brasil em iniciar a transição para uma economia de baixo carbono.

A adoção de um monitoramento e controle da poluição do ar qualificados, como parte de um plano maior de transição para a economia verde, evitaria ao Brasil gravíssimas perdas em gastos públicos em saúde, produtividade no setor privado e danos ao meio ambiente e ao clima.

Confira a programação

A série de webinars tem início com o tema Economia Verde e Renovação do Setor Automotivo e lança uma pergunta: a indústria automotiva brasileira, que responde por 1,3 milhão de empregos diretos e indiretos e faz do país o 6º produtor de veículos no mundo, será capaz de reduzir os conflitos com as demandas ambientais e econômicas da atualidade, e incorporar a economia verde?

Quando

01/10, das 11h às 12h30

Participantes

Izabella Teixeira, ex-ministra do Meio Ambiente

Adalberto Maluf, diretor de Marketing, Sustentabilidade e Novos Negócios da BYD

Roberto Schaeffer, professor de Economia da Energia da Coppe/UFRJ

Moderação

Walter F. de Simoni, coordenador de Clima e Cidades do WRI Brasil


O segundo webinar abordará o tema Queimadas: um problema coletivo. As queimadas no Brasil vão muito além da evidente perda de biomas – 10% do Pantanal estão comprometidos pelos incêndios recentes. A poluição do ar provocada pelos incêndios locais afeta o clima como um todo, a água e a agricultura, além de aumentar enormemente os custos sociais.

Quando

07/10, das 15h30 às 17h

Participantes

Ane Alencar, diretora de Ciência do IPAM Amazônia

Carlos Nobre, cientista, pesquisador do clima e de mudanças climáticas

Socorro Neri, prefeita de Rio Branco

Moderação

Walter F. de Simoni, coordenador de Clima e Cidades do WRI Brasil


A série termina com O Ar (Poluído) que Respiramos. Médico patologista e pesquisador, referência em saúde e poluição do ar, Paulo Saldiva participa de uma conversa franca sobre os impactos evidentes e os não tão evidentes assim da poluição do ar na saúde individual e na coletiva. O monitoramento da qualidade do ar no Brasil é feito por poucos Estados e os nossos padrões chegam a ser de três a quatro vezes mais permissivos do que os valores de segurança definidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A combinação desses fatores colaboram diretamente com mais de 50 mil mortes por ano no Brasil em decorrência da poluição do ar, segundo a mesma organização, que aponta para um dado ainda mais alarmante: 9 entre 10 pessoas respiram ar poluído no mundo.

Quando

21/10, das 11h às 12h30

Participantes

Paulo Saldiva, médico patologista e pesquisador

Moderação

Walter F. de Simoni, coordenador de Clima e Cidades do WRI Brasil

Share

Fique Conectado

Receba nossa newsletter

Receba os últimos comentários, eventos, publicações e recursos multimídia.